Cálculos Previdenciários.

Aposentadoria proporcional tem revisão pelo teto

02/06/2011

Aposentadoria proporcional tem revisão pelo teto

Ana Magalhães, Carolina Rangel e Luciana Lazarini
do Agora

Quem se aposentou de maneira proporcional entre 1988 e 2003 também pode receber a revisão pelo teto, mas é preciso verificar na carta de concessão se a média salarial foi limitada ao teto. Não é pelo valor final do benefício que o segurado saberá se vai receber a grana do INSS. Além disso, o segurado deve ter contribuído com valores próximos ao teto antes de solicitar a aposentadoria.

Quem se aposentou de forma proporcional obteve um desconto no cálculo do benefício, que variava de acordo com o tempo de contribuição do segurado. Ou seja, o INSS primeiro limitou a média salarial ao teto e, depois, ainda aplicou o desconto de até 30% da aposentadoria proporcional, o que reduziu ainda mais o benefício.

Em 1995, por exemplo, o valor máximo pago pelo INSS era de R$ 832,66. Se a média salarial de um aposentado naquele ano foi superior a isso, o INSS descartou a diferença e, depois, aplicou a regra de cálculo da aposentadoria proporcional. A revisão, assim, aumenta a média salarial para reajustar o benefício.

 

 

Comentário Mario Kendy:  Infelizmente lamento informar que essa notícia segundo a minha humilde opinião esta parcialmente prejudicada, vamos aos fatos a reportagem  tanto do titulo como em seu texto acima apresentada e também na matéria na integra explica o direito de revisão do teto para uma aposentadoria proporcional, mas isso só pode ocorrer em alguns casos e justamente no caso apresentado pela matéria o segurado não teria como solicitar a revisão proposta recentemente pelo STF ele teria sim direito a revisão do IRSM que se trata de outra ação, mas para não ficarmos nas áreas das interpretações vamos as questões técnicas.

 

O direito a revisão do teto se da apenas quando o segurado possuir um excesso a ser aplicado por força do primeiro reajuste que também poderá ser aplicado nas melhores oportunidades caso o primeiro reajuste estejam novamente limitado ao teto, acontece que uma segurado que tenha seu benefício limitado ao teto e o INSS tenha aplicado todo este excedente no primeiro reajuste e mesmo assim sua renda não tenha ficado limitado ao teto não tem direito a esta revisão, salvo a exceção de gerarmos uma outra RMI por força de uma outra revisão que gere um aumente neste excedente e só assim gere esta situação, mas não foi o que aconteceu com o segurado que se aposentou em 07/1994 com 31 anos de contribuição e 76% de coeficiente e um salário de benefício de 691,55.

 

Para jogar uma pá de cal neste assunto vou agora anexar os cálculo em .pdf logo abaixo para que meus queridos leitores possam tentar entender oque estou dizendo e se mesmo assim restar dúvidas estarei a sua disposição.

 

REVISÃO LIMITADO AO TETO SEM DIREITO – COEF (76%)

REVISÃO LIMITADO AO TETO SEM DIREITO – COEF (82%)

REVISÃO LIMITADO AO TETO COM DIREITO – COEF (88%)

REVISÃO LIMITADO AO TETO COM DIREITO – COEF (94%)

REVISÃO LIMITADO AO TETO COM DIREITO – COEF (100%)

 

Veja quem tem direito ao teto em:

 

www.jfrs.jus.br/…/Contadoria/parecer_acoes_tetos_emendas_versao_19-04.pdf

  1. antonio marmo prestes Responder

    Dr. me aposentei proporcionalmente 70 % em março de 2010. Continuei trabalhando, sou funcionário publico. Estou sendo exonerado por ser publico aposentado. Paguei quase 4 anos de INSS após aposentadoria. Estou pedindo desaposentação. Ser
    á que consigo agora 100% já que atingi a meta dos 100%. Minha aposentadoria é de 1salário mínimo. muito obrigado

    • admin Responder

      Depende muito do regime que você se aposentou, mas poderíamos analisar o seu caso, por favor entre em contato pelo telefone 41-3270-7777 e fale com o nosso departamento comercial.

  2. RENATO CARVALHO Responder

    APOSENTEI EM 12/97, COM 30 ANOS DE SERVIÇO OU SEJA PROPORCIONAL, MAS OS MEUS RECOLHIMENTOS MENSAIS ERA EM CIMA DO TETO MAXIMO, O CALCULO DE MINHA APOSENTADORIA NÃO FOI EM CIMA DO TETO PARA O CALCULO DA PROPORCIONALIDADE , NESTE CASO TENHO DIREITO A REVISÃO.

    NA MINHA MEMORIA DE CALCULO ESTÁ ASSIM:

    976,23XCOEFICIENTE(70%) = 683,63

  3. ANTONIO DIAS Responder

    Boa noite – parabens pelos relevantes serviços que presta aos aposentados – gostaria, se possível, que me esclarecesse se pelos dados abaixo, o senhor entende que eu tenho ou não direito a Revisão pelo Teto e as diferenças correspondentes, caso houverem. Dados extraídos da minha Carta de Concessão:
    1- APOSENTADORIA POR TEMPO DE SERVIÇO PROPORCIONAL (42) – TEMPO DE SERVIÇO: 31 ANOS;
    2- DATA DE INÍCIO APOSENTADORIA: 27/03/1995;
    3-TOTAL DOS SALARIOS DE CONTRIBUIÇÃO CORRIGIDOS: 23.655,92 ( ESTE VALOR DIVIDIDO POR 36 RESULTARIA EM 657,11) – ESTA MÉDIA MULTIPLICADA POR 0,76 = 499,40
    4- EM RAZÃO DO BENEFICIO TER SIDO LIMITADO AO TETO, A RENDA MENSAL INICIAL FOI CALCULADA PELO INSS PELO TETO OU SEJA 582,86 X 0,76 = 442,97, PORTANTO INFERIOR AO VALOR DE 499,40;
    5- O PRIMEIRO REAJUSTE DESTA APOSENTADORIA OCORREU EM 05/1995 E O BENEFICIO PASSOU A 569,15;
    6- O MEU BENEFICIO BRUTO ATUAL É DE 2.369,82.

    Ficaria muito grato se o senhor puder me ajudar a fazer o cálculo para saber se tenho ou não direito a pleitear a revisão e as diferenças porventura existentes.
    Abraços
    Antonio Dias
    e-mail: antonioldias@terra.com.br

  4. PAULO MONTEIRO DA SILVA Responder

    Boa noite,

    Me aposentei em novembro de 2000 pela proporcional LIMITADO AO TETO, meu nome não foi incluido na lista para recebimento dos atrasados, como me proceder.

    atenciosamente,
    Paulo Monteiro da silva

  5. Pedro Aureliano de Souza Responder

    Paranbes pelo site! se possivel gostaria que me informace sobre qual açao judicial devo entrar para garantir o direito a revisao para quem se aposentou em 05/06/1998. Se possivel me envie um modelo obrigado.

  6. jonasmonteirocabral Responder

    me aposentei por invalidez em 4/8/2004 gostaria de saber ce tenho direito a revisao

  7. Diana Responder

    Bom Dia, gostaria de saber se meu tio tem direito a revisão de um benefício.

    Os dados são os seguintes:

    Aposentadoria por tempo de contribuição (42)
    Requerido em 26/08/1997 com renda mensal de R$ 674,30
    Nascido em 27.11.1947
    Tempo de Contribuição: 30 anos 00 meses e 12 dias
    Somatório dos salários corrigidos: 34.678,64
    Salário de Benefício: 34.678,64 dividido por 36 = 963,29
    RMI = 963,29 x coeficiente (0,7) = 674,30

    Grata pela atenção.

  8. Nívio de Alvarenga Bersan Responder

    aposentei proporcional (70%) em dezembro de 1995, tenho direito a revisão pelo teto?
    obrigado

    • admin Responder

      Preciso de mais dados:
      DIB:
      SB:
      RMI:
      RMA:

  9. Alberto brito de oliveira Responder

    Boa noite.
    Dei entrada em minha aposentadoria, dia 30/04/2003, apos dois indeferimento pelo ” INSS”, dei entrada na justiça e a 01/12/2008 me aposentaram. Pergunta-se: tenho ou não direito a requerer o reajuste pelo teto, pois meu salário hoje e de 2.196,94 , muito diferente do teto que é de 3.916,20 reais….entrei no programa para ver se tinha direito, me respoderam automático de que não tenho direito haja visto ter me aposentado em dezembro de 2008, vale salientar que a entrada do requerimento para aposentar-me foi dentro de prazo. Me ajude estou na duvida… Obrigado.. Alberto.

    • admin Responder

      A revisão do teto o Sr. provavelmente não teria direito, mas pode contactar a empresa Previcalc e comprar um cálculo avulso eles diram se tem direito a outra revisão que não seja essa.

  10. luiz emidio da silva Responder

    Recebi limitado ao teto de março de 1995 até dezembro de 2003? mudaram o teto em janeiro de 2004 pra 2400 reais sem aplicar o mesmo indece que normalmente se aplica anuamente aos salarios acima do teto 4,53% quando ha reajustes anual, e naõ foi repassado pra os salarios como isso pode acontecer , minha aposentadoria é especial 100% , coef-1 agora estou abaixo do limitador 860 reais.

  11. fernanda Responder

    BOA NOITE. ESTIVE AFASTADA PELO INSS 2 ANOS ATRAVÉS DO AUXILIO DOENÇA.
    AGORA NO MOMENTO MEU MÉDICO ESTA
    QUERENDO PEDIR MIINHA APÓSENTADORIA POIS INFELIZMENTE N TENHO CONDIÇÕES DE VOLTAR AO TRABALHO. GOSTARIA DE SABER SE FOR ACEITA MINHA APOSENTADORIA, O VALOR DO BENEFICIO QUE EU RECEBO CAI MUIITO. GRATA
    FERNANDA

    • admin Responder

      Só tem uma forma de nós ficarmos sabendo o valor da sua aposentadoria precisariamos fezer um cálculo, pode nos enviar CNIS de remuneração ?

  12. Ivan Bezerra da Fonsêca Responder

    Em 2002 fui aposentado pelos correios proporcinalmente.
    Gostaria de receber informação pelo email o porquê de não ter direito a revisão da Previdência Social.

    • IVAN BEZERRA DA DONSECA Responder

      Parnamirim/RN

  13. Nelly Responder

    Me aposentei por tempo proporcional em 1998 e continuei trabalhando na mesma empresa por mais 7 anos, com carteira assinada. Até o momento ainda trabalho e pago inss sobre serviços prestados. Gostaria de saber se tenho direito a revisão. Obrigada

  14. Zélia de Oliveira Campos de Melo Responder

    Gostaria de saber se tenho direito a revisão da aposentadoria pelo teto, me aposentei por tempo 30 ANOS DE SERVIÇO, em JAN/98. Sempre contribui com o teto do INSS, no somatório dos salários corrigidos o total foi R$ 35.484,20, comparando com a carta de concessão do meu marido, que aposentou em SET/98 com 33 Anos e 04 meses que os índices de reajuste dele são maiores que os meus, isto é correto?
    Meu marido também aposentou set/98. Comparei os índices de reaj

  15. Silvio Medeiros Responder

    Por favor poderia verificar para mim,
    Me aposentei em 03/09/1996 com renda mensal de 727,75

    tempo de contribuição 31 anos
    somatorio dos salarios = 34705,14
    salario do beneficio 37.705,14 / 36 = 964,03

    aplicando o coeficiente de 76% de 957,56= 727,75

    No caso eles a soma deu 964,03 e eles aplicaram somente 957,56 que no caso era o teto da epoca

    Sera que ee tenho direito a revisão,
    obrigado,

  16. jose adilson do nascimento Responder

    Eu, aposentei em 06/1997 com valor de r$ 969,34
    portanto eu tenho direito a revis~]ap pelo teto????

  17. José Maria Tebaldi Responder

    Aposentei-me, PROPORCIONALMENTE, em 04/ 0 7 – 1 9 9 5 , aos 34 ANOS, com RMI de R$ 782,70 ou 0,94 x R$ 832,66 ( VALOR DO TETO ).
    Solicito sua especial atenção no sentido de examinar se tenho direito a CORREÇÃO e RESPECTIVAS DIFERENÇAS, tendo em conta as divergentes opiniões se as APOSENTADORIAS PROPORCIONAIS estariam ou não abrangidas. Se possível informar-me os valores que teria direito e os custos correspondentes aos cálculos. Obrigado

    • admin Responder

      Muito provavelmente que sim, para saber e ter certeza não custa adquirir um cálculo no valor de R$ 200,00 na empresa Previcalc no site http://www.previcalc.com assim vc evita aceitar um acordo máximo de R$ 20 Mil do INSS sendo que muito tem direito a mais de 100 Mil de atrasados, deste modo acredite o cálculo sai barato.
      Cordialmente
      Mario Kendy

  18. Roberto Ribeiro Responder

    Recebo um auxílio doença desde 1989, nunca vi aumento no meu auxílio, quando comecei a receber era quase 2 salários hoje recebo 289,00 reais, tenho direito a revisão, fui ao INSS a uns 2 meses atraz, o mesmo disse que não estava incluido, estava fora da lista de revisão, para procurar um advogado. Posso também abrir mão desse auxílio e pedir junto ao mesmo uma aposentadoria por tempo de serviço? Tenho os sintomas da LER reconhecido pelo INSS.

  19. PAULO MENEZES Responder

    Sempre trabalhei com carteira assinada, sempre tive salario bem mais do vr maximo de contribuicao, aposentei-me em 03/98 com 32 anos 4 meses e 29 dias, salario contribuicao somaram 30.273,00 e corrigidos pelos indices aplicados 36.134,26, que dividiram por 36 e aplicaram o coeficiente 0,820, e na carta de concessao somente em out/95 aparece em observacao LIM TETO, e na lista do INSS nao aparece com direito a correçao. obs em salario minimo a epoca da concessao equivaleria a 6,86 e hoje a 3,61, gostaria que me orientassem, obrigado

  20. Daniel Responder

    Prezado Mario,

    Sou leitor assíduo de seus posts, sempre interessantes para se desvendar esse nebuloso assunto da revisão do teto.

    Contudo, analisando as planilhas dos cálculos para as aposentadorias proporcionais que você colocou neste post (76%, 82%, 88%, 94% e 100%), não entendi porque o sistema de vocês aplica os reajustes sobre o (SB originário x Coef) nos cálculos dos percentuais de 88%, 94% e 100%) e, nas de 76% e 82%, aplica os reajustes anuais sobre a (RMI x coef)?

    Os índices de reajuste e o excedente percentual não devem ser aplicados sobre o (SB limitado ao teto), antes de se multiplicar pelo coeficiente?

    Não entendi essa conta de se multiplicar a média pelo coeficiente e aí ir reajustando. Neste caso, entendo que não caberia aplicar o excedente, pois ele já está sendo considerado uma vez que se reajusta o todo, sem limitador de teto.

    Agradeço sua atenção e aguardo uma resposta.

    Um abraço e sucesso,

    Daniel

    • admin Responder

      Daniel obrigado pelos seus sábios comentário, fica claro para mim que estou falando com um profundo conhecedor da matéria, quanto a sua pergunta ela é muito pertinente mesmo pois fizemos dois tipos de cálculos diferentes oque acabou por confundir as coisas, mas olha só vou tentar esclarecer:

      Quando tenho um SB x Coef. Que fica acima do teto isso gera o excedente que deverá ser aplicado da primeira oportunidade que vier, isso ocorreu nos coeficiente de 76% e 82% e mas ao aplicar esta diferença este excesso o valor da renda do segurado no primeiro reajuste fica abaixo do teto o que nos leva a um conclusão , ele não tem direito, já nos casos de 88%,94% e 100% essa excesso da e sobra mais um pouquinho para aplicar em outros reajuste que nos caso seria em 12/98 quando surgiu espaço para isso grassas a negligência do INSS ao dar aumento maior para as contribuições do que para o benefícios, ocorre que para fazermos este cálculo teríamos que pegar o excesso aplicar no primeiro reajuste somente o que couber, e levar o restante para próxima oportunidade aplicar de novo e assim sucessivamente, não muda nada se eu aplicar todo o SB primitivo x coeficiente e vim limitado ao teto para encontrarmos a diferença , isso só facilita as coisas, mas se eu fizesse o mesmo nos casos de 76% e 82% não ficaria claro para observar que descarregamos o excedente.
      Bem espero que tenha entendido um abraço e até a próxima polemica do INSS.

      Cordialmente
      Mario Kendy

  21. ernani sebastiao Responder

    Eu me aposentei em 1999,na proporcional tenho direito na revisao

    • admin Responder

      Bom Dia ! Primeiramente quero agradece-los por comentar em meu blog, fico muito feliz em saber que meus artigos e notícias esta ajudando algumas pessoas, muitos me perguntam se tem direito à algum tipo de revisão, e muitas vezes até postam algumas informações da suas aposentadorias, mas infelizmente não tem como eu responder estas perguntas sem antes analisar detalhadamente os documentos da sua concessão da aposentadoria, para responder essas perguntas nós criamos a empresa Previcalc, nela uma equipe de especialistas ira analisar seu direito em um portfólio com mais de 125 teses de revisões de benefícios do INSS, caso tenha interesse em saber se você realmente tem direito algum tipo de revisão.

      Acesse: http://www.previcalc.com

      Email: comercial@previcalc.com

      Cordialmente
      Mario Kendy Miyasaki
      2

  22. ALCIDES RODRIGUES DOS SANTOS Responder

    APOSENTEI-ME EM NOVEMBRO DE 1994, NA PROPORCIONAL, COM 32 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO, PORTANTO COM 82% DE COEFICIENTE. PELA CARTA DE CONCESSÃO, FOI APURADA UMA MEIA DE SALARIO DE BENEFICIO DE R$ 790,89(28.472,16-36 MESES=R$ 790,89). A RENDA MENSAL INICIAL FOI CALCULADA EM 82% DO TETO DA EPOCA=R$582,86×0,82= R$ 477,95. TENHO DIREITO A REVISÃO? AGUARDO RESPOSTA. GRATO.

    • admin Responder

      Bom Dia ! Primeiramente quero agradece-los por comentar em meu blog, fico muito feliz em saber que meus artigos e notícias esta ajudando algumas pessoas, muitos me perguntam se tem direito à algum tipo de revisão, e muitas vezes até postam algumas informações da suas aposentadorias, mas infelizmente não tem como eu responder estas perguntas sem antes analisar detalhadamente os documentos da sua concessão da aposentadoria, para responder essas perguntas nós criamos a empresa Previcalc, nela uma equipe de especialistas ira analisar seu direito em um portfólio com mais de 125 teses de revisões de benefícios do INSS, caso tenha interesse em saber se você realmente tem direito algum tipo de revisão.

      Acesse: http://www.previcalc.com
      Email: comercial@previcalc.com

      Cordialmente
      Mario Kendy Miyasaki
      13

  23. Eduardo Responder

    ola me aposentei em 29/01/1993 com 25 anos de contribuição mais 5 anos de salubridade, aposentadoria especial 80%..na minha carta de concessão o total salários contribuição corrigidos e no valor de CR 259.409.609,17 dividido por 36 deu CR 7.205.822,47 que foi minha RMI mais consta um salario de contribuição considerado de CR 11.532.054,23 que era o teto na época
    A minha duvida é: Tenho direito a revisão do teto?! pois jah fui no INSS mais eles não me dão uma resposta

    • admin Responder

      Bom Dia ! Primeiramente quero agradece-los por comentar em meu blog, fico muito feliz em saber que meus artigos e notícias esta ajudando algumas pessoas, muitos me perguntam se tem direito à algum tipo de revisão, e muitas vezes até postam algumas informações da suas aposentadorias, mas infelizmente não tem como eu responder estas perguntas sem antes analisar detalhadamente os documentos da sua concessão da aposentadoria, para responder essas perguntas nós criamos a empresa Previcalc, nela uma equipe de especialistas ira analisar seu direito em um portfólio com mais de 125 teses de revisões de benefícios do INSS, caso tenha interesse em saber se você realmente tem direito algum tipo de revisão.

      Acesse: http://www.previcalc.com
      Email: comercial@previcalc.com

      Cordialmente
      Mario Kendy Miyasaki
      14

  24. Adriana Araujo Responder

    Boa tarde Meu pai, fo aposentado em 09/09/92 como ap. especial 42 e na época ficou com 94% do valor do teto como salario,´que era na época R$ 10.580,00, que era equivalente há 10 salarios mínimos, mas consta para revisão, porém hoje seu salário está em media de 1,5 sal. mínimo. como podemos solicitar uma revisão???

  25. Elaine Aparecida Lopes Cruz Responder


    Elaine Aparecida Lopes Cruz:

    Sou amputada dos membros inferiores abaixo dos joelhos faço use de próteses tenho direito dos 25% sobre o valor do meu benefício?
    Obrigada!

    • admin Responder

      Bom dia ! Elaine, sua pergunta é muito interessante, no entanto não existe uma resposta correta, as situações como a sua tem ficado no campo da pericia e da intepretação dos magistrados tendo em vista um pequeno fator: Incapacidade Total ou Parcial ? Tudo pode levar a crer que suas condições se tratam de uma incapacidade total, mas isso depende, existem pessoas apenas com um pé esquerdo e continuam trabalhando e ganhando a vida, outros em suas perfeitas condições motoras são incapacitados por alienação mental, isso já foi até enredo de filme, exemplo: Usuário de drogas, alcoólatras, ou mesmo depressão, mas é claro que para ter direito ao adicional deverá ficar comprovada a necessidade de auxilio para sua vida cotidiana e que influencie diretamente na sua saúde, então na minha opinião você deveria procurar um advogado especialista em direito previdenciário na sua cidade para expor sua condição assim terá uma analise mais conclusiva do seu caso.

      Obrigado !

  26. Elaine Aparecida Lopes Cruz Responder

    Sou amputada dos membros inferiores abaixo dos joelhos faço use de próteses tenho direito dos 25% sobre o valor do meu benefício?
    Obrigada!

    • admin Responder

      Bom dia ! Elaine, sua pergunta é muito interessante, no entanto não existe uma resposta correta, as situações como a sua tem ficado no campo da pericia e da intepretação dos magistrados tendo em vista um pequeno fator: Incapacidade Total ou Parcial ? Tudo pode levar a crer que suas condições se tratam de uma incapacidade total, mas isso depende, existem pessoas apenas com um pé esquerdo e continuam trabalhando e ganhando a vida, outros em suas perfeitas condições motoras são incapacitados por alienação mental, isso já foi até enredo de filme, exemplo: Usuário de drogas, alcoólatras, ou mesmo depressão, mas é claro que para ter direito ao adicional deverá ficar comprovada a necessidade de auxilio para sua vida cotidiana e que influencie diretamente na sua saúde, então na minha opinião você deveria procurar um advogado especialista em direito previdenciário na sua cidade para expor sua condição assim terá uma analise mais conclusiva do seu caso.

      Obrigado e boa sorte !

  27. Elaine Aparecida Lopes Cruz Responder

    Me aposentei em 21/06/96 aposentadoria por invalidez.
    Tempo de serviços:18 grupos de 12 contribuições.
    Valor do SB anterior: 32.093,83
    Valor do SB corrigido: 271,02
    Renda inicial ( 271,02 x 1,000) 271,02

    Por favor tenho direito a revisão ? agradeço pela atenção.

    • admin Responder

      A revisão do teto com certeza você não tem direito mas pode ter direito a revisão do IRSM com artigo 29 p. 5º acesse http://www.previcalc.com e adquira um cálculo para tirar essa dúvida, os atrsados das pessoas que tem direito podem chegar a R$ 15 Mil.

  28. Raimundo Nonato da Silva Responder

    Boa tarde!
    Me aposentei em 27/junho/1994
    Na minha carta de concessão consta o seguinte:
    Total dos salarios contribuição corrigidos 14.828,60 Dividido por 36
    Salario de benefício 411,90
    Tempo de serviço : 27 grupos de 12 contribuições
    Renda mensal inicial 411,90 x 1,000
    Valor 411,90

    Porém entrei no site http://www010.dataprev.gov.br/CWS/CONTEXTO/CONCAL/INDEXi.HTML e consta os seguintes dados:

    Tempo de contribuição: 00 GRUPOS DE 12 CONTRIBUICOES
    Somatório dos salários corrigidos = 20.171,12
    Salário de Benefício = 20.171,12 ¸ 36 = 560,30
    Renda Mensal Inicial = 560,31 X coeficiente = 560,31.
    Onde,
    Coeficiente = 1

    Agradeço a atenção!

    • admin Responder

      Se você ainda não fez tem direito a revisão do IRSM

  29. ALDEMARIO Responder

    Me aposentei em 06/12/94 com um total de salarios corrigido de 22.428,11 dividido por 36 limitado ao teto deu um salario de beneficio de 582,86, tempo de serviço 30 anos e 01 mes, deu uma renda inicial de 582,86 multiplicado por 0,700 deu um resultado de 408,00 – TENHO DIREITO A DIFERENÇAS.

  30. Valter Messias E Santo Responder

    Me aposentei em 23/11/1995
    Na minha carta de concessão consta o seguinte:
    Total dos salarios contribuição corrigidos 28.199,71 Dividido por 36
    Salario de benefício 783,07
    Tempo de serviço : 31 anos 01 meses e 20 dias
    Renda mensal inicial 783,07 X 0,760
    Valor 595,13
    Valor atual 2.053,47
    Gostaria de saber se tenho direito á revisão.
    Muito obrigado !.

  31. jazir pereira de sousa Responder

    aposentei em 01-11-1992 com 30 anos 2 meses e 7 dias de contribuiçao com o coeficiente de 70% conforme segue: Total dos salarios de contribuiçoes corrigidos – 183.810.730,23 dividido por 36 + 5.105.853,61 – limitado ao teto de 4.780.863,30 – vezes o coeficiene e 70% teve uma renda mensal inicial de 3.346.604,3l – salario atual apenas l.238,00. Tenho direito a revisao do teto?

  32. Marcia Responder

    Obrigada

  33. MARIA DAS GRAÇA CAMPOS TAVORA Responder

    ME APOSENTEI EM 02/98 PELA PROPORCIONAL, 76% . NA CARTA DE CONCESSÃO CONSTA A EXPRESSÃO “LIMITADO AO TETO” , TENHO DIREITO Á REVISÃO?

  34. Marcia Responder

    q

  35. Marcia Responder

    Olá, essas, são informações do meu pai:

    Comunicamos que lhe foi concedido APOSENTADORIA POR TEMPO DE CONTRIBUICAO (42) requerido em 18/06/1997 com renda mensal de R$ 458,12 calculada conforme abaixo, com início de vigência a partir de 18/06/1997.

    Tempo de contribuição: 31 Anos 04 Meses 24 Dias

    Somatório dos salários corrigidos = 21.700,86

    Salário de Benefício = 21.700,86 ¸ 36 = 602,80

    Renda Mensal Inicial = 602,80 X coeficiente = 458,12.

    Onde,
    Coeficiente = 0.76

    • admin Responder

      Olá Sra. Marcia desculpa demora mas já respondi 74 comentários em meu blog em uma semana e finalmente chuguei ao seu caso, veja só seu pai não tem direito a revisão do teto no entanto ele pode ter direito a uma revisão que chamamos de retroação de proporcional para proporcinal, para saber o avlor no entanto será necessário adquirir um cálculo na nossa empresa, http://www.previcalc.com o custo do serviço será de R$ 200,00 neste cálculo nossa equipe fará todas as tentaivas possíveis para encontrar algun tipo de revisão ok.. obrigado.

  36. antonio ferreira de jesus Responder

    eu gostaria de saber se tenho direito ao reajuste salarial.

    • admin Responder

      Preciso das seguintes informaçôes.

      DIB:
      Tempo de contribuição:
      Somatório dos salários corrigidos:
      Salário de Benefício:
      Renda Mensal Inicial :
      Coeficiente :

      Obrigado !

  37. belcina alves teixeira Responder

    eu belcina gostaria de saber se meu falecido esposo (david teixeira de sousa) teria direito ao reajuste salarial, pois tiver eu gostaria de saber também quais são os procedimentos que devo seguir.

  38. belcina alves teixeira Responder

    eu belcina gostaria de saber se tenho direito ao reajuste salarial.

    • admin Responder

      Preciso das seguintes informaçôes.

      DIB:
      Tempo de contribuição:
      Somatório dos salários corrigidos:
      Salário de Benefício:
      Renda Mensal Inicial :
      Coeficiente :

      Obrigado ! ass: Mario

  39. david teixeira de sousa Responder

    eu belcina esposa viúva de david, gostaria de saber se ele teria direito de receber a correção salarial.

    • david teixeira de sousa Responder


      david teixeira de sousa:

      eu belcina esposa viúva de david, gostaria de saber se ele teria direito de receber a correção salarial.


      david teixeira de sousa:

      eu belcina esposa viúva de david, gostaria de saber se ele teria direito de receber a correção salarial.

      • admin Responder

        Preciso das seguintes informaçôes.

        DIB:
        Tempo de contribuição:
        Somatório dos salários corrigidos:
        Salário de Benefício:
        Renda Mensal Inicial :
        Coeficiente :

        Obrigado ! aguardo

  40. claudio adamoli Responder

    me aposentei em abril de 1997, na minha carta de concessão conta o seguinte; tempo de contribuição: 30anos,10 meses e 04 dias, somatório de salários corrigidos= 30.076,24, salário beneficio=30.076,24 dividido por 36=835,45, renda mensal inicial=835,45×0,7 coeficiente=584,81,valor atual da minha aposentadoria= 1478,00 os 36 meses paguei descontado pelo teto, mas na minha carta não consta limitado ao teto gostaria de saber se tenho direito a este aumento, desde já agradeço.

    • admin Responder

      Essa não mais pode ter em outra, http://www.previcalc.com

      • Marcia Responder

        oie pq não respondeu a minha última pergunta?

    • admin Responder

      Infelismente não tem direito a revisão do teto no entanto você pode ter direito a uma revisão que chamamos de retroação de proporcional para proporcinal, para saber o valor no entanto será necessário adquirir um cálculo na nossa empresa, http://www.previcalc.com o custo do serviço será de R$ 200,00 neste cálculo nossa equipe fará todas as tentaivas possíveis para encontrar algun tipo de revisão ok.. obrigado.

  41. CLAUDIO Responder

    olá me aposentei em 02/04/97 com salário de 582,00 vslor este 70% do salario de contribuição mas na minha carta não diz limitado ao teto, mas tenho uma grande defasagem do salário será que tenho direito a uma revisão?

    • admin Responder

      Preciso de mais dados

  42. Elci L'Astorina Responder

    Boa noite!
    Me aposentei em julho/1995
    Na minha carta de concessão consta o seguinte:
    Total dos salarios contribuição corrigidos 25.924,58 Dividido por 36
    Salario de benefício 720,12
    Tempo de serviço : 25 anos 00 meses e 21 dias
    Renda mensal inicial 720,12 X 0,700
    Valor 504,08
    Valor atual 1.853,80
    Os 36 meses descontados pelo teto.
    Gostaria de saber se tenho direito.
    Grata!

    • admin Responder

      A revisão do teto você não têm direito mas pode ter direito a uma desaposentação. por acaso você não continuou trabalhando.

  43. vanderlei albuquerque Responder

    em tempo gostaria de saber se devo procurar um advogado para impetrar uma ação ou se posso fazer isso através do próprio inss.
    grato

    • admin Responder

      Pode ajuizar sozinho no entanto eu não aconselho pois em materia de revisão o INSS sempre recorre e você terá que sair as pressas procurando um advogado para fazer um recurso, de um pedido que foi feito por outro grupo de pessoas, sai mais caro do que contratar do inicio.

  44. Francisco Responder

    Boa tarde
    Me aposentei em 12/1.992 por invalidez com 17 anos de trabalho na função de motorista de onibus rodoviário. Minha aposentadoria foi baseada 80% nas 36 ultimas contribuições.
    Não consta em minha carta de aposentadoria “APOSENTADO PELO TETO”.
    Gostaria de receber informações se tenho direito ao reajuste.
    No aguardo desde já agradeço.

    • admin Responder

      Caro Segurado preciso de mais informações como por exemplo sua renda na data da sua aposentadoria e também preciso saber se o seu benefício foi oriundo de um auxílio doença, caso tenha sido também preciso de uma cópia da carta de concessão do auxílio doença no seu caso acho mais prudente solicitar ao INSS cópia do processo administrativo.

  45. Benedito Responder

    Aposentei em abril de 1993,com 76% paguei teto máximo,fizeram o cálculo de 18 meses.Tenho direito a revisão,uma vez que o salário atual é 1.150,00? Grato.

    • admin Responder

      Não tem como sem cópia dos documentos por favor solicite ao INSS cópia do processo administrativo e envie para o e-mail: adec@adec.org.br

  46. nina helena Responder

    me aposentei em 27/-2/2003 n acarta de concessã constou 2 calculos
    1º media 36 ulimos salários= 1978,98 LIMITA AO TETO DE 1561,56 x 76%= 1.186,00 26 anos

    2º cálculo media 80% maiores salários 2.020,00 com aplicação do fator previdenciario parassou para 1.504,00(não limitado a teto) x80%= 1.203,00 27 anos

    eu tinha direito a me aposentar pelo 1ª cálculo porém inss me aposentou ao segun do que era um pouquinho maior.

    pergunto no 1ºcalcul eu teria direito a revisão, pelo 2º o qual me aposentaram não ficou limitado ao teto

    tenho direito a revisão pois salário de benefico nos 2 casos ficou bem acima teto, nunca recebi memhum valor compensatorio somente o normal.

    aguardo seu retorno

    • admin Responder

      Caro Segurado seu caso é bem comum complicado eu acabei escrevendo o artigo justamente para explicar as situações como a sua, em resposta a sua pergunta você não tem direito a esta revisão. Mas pode ter direito a outras, caso tenha curiosidade de saber você poderá adquirir os cálculos na empresa Previcalc e uma equipe irá analisar todas as possibilidades e lhe dará um laudo explicativo.
      Obrigado !

  47. geraldo cassiano nascimento Responder

    aposentei em 05.03.96 com 76% , minha média de contribuição foi acima do teto mas o cálculo do beneficio foi limitado ao teto, tenho direito a revisão?

    • admin Responder

      Não tem como analisar sem cópia dos documentos por favor solicite ao INSS cópia do processo administrativo e envie para o e-mail: adec@adec.org.br

  48. Geraldo Antonio de Almeida Responder

    Aposentei em dez de 1994, com 70 por cento do teto, gostariA DE SABER SEM TENHO DIREITO DE REVISÂO PELO TETO? Obrigado

    • admin Responder

      Precisamos da carta concessão para efetuar sua analise, entre no site http://www.previcalc.com e adquira os créditos de R$ 200,00 e uma equipe irá lhe fazer os seus cálculos e lhe enviará um laudo técnico juntamente com os cálculos da sua revisão.

    • admin Responder

      Precisamos da carta concessão para efetuar sua analise, entre no site http://www.previcalc.com e adquira os créditos de R$ 200,00 e uma equipe irá lhe fazer os seus cálculos e lhe enviará um laudo técnico juntamente com os cálculos da sua revisão.

    • admin Responder

      Precisamos da carta concessão para efetuar sua analise, entre no site http://www.previcalc.com e adquira os créditos de R$ 200,00 e uma equipe irá lhe fazer os seus cálculos e lhe enviará um laudo técnico juntamente com os cálculos da sua revisão.
      Obrigado !

  49. Fernando Fernandes Responder

    Total dos salários corrigidos: 66.834,90 dividido por 52
    salário de benefício (1.255,32) Limitado ao teto
    Renda mensal inicial (em R$) (1.255,32 x 0,7) 878,72
    DIB: 12/99
    Renda atual em 03/2011: R$ 2002,09
    Boa tarde, obrigado por ler desde já…Estou com este caso, li o parecer no link acima, porém ainda sobram dúvidas, visto que o valor atual da renda não corresponde aos ali expressos como tendo direito, será que este caso enquadra-se na EC 41/03

    • admin Responder

      Precisamos da carta concessão para efetuar sua analise, entre no site http://www.previcalc.com e adquira os créditos de R$ 200,00 e uma equipe irá lhe fazer os seus cálculos e lhe enviará um laudo técnico juntamente com os cálculos da sua revisão.

    • admin Responder

      Precisamos da carta concessão para efetuar sua analise, entre no site http://www.previcalc.com e adquira os créditos de R$ 200,00 e uma equipe irá lhe fazer os seus cálculos e lhe enviará um laudo técnico juntamente com os cálculos da sua revisão.

      Até mais !

Comentário

*

captcha *