Quem sou eu?

Mario Kendy trabalhando
  
   
   Mario Kendy Miyasaki

 

 

[li]Autor da Obra – Revisão Previdenciária do Mínimo Divisor[/li]
[li]Técnico em contabilidade[/li]
[li]Diretor Comercial da Previcalc – Empresa de Cálculos Previdenciários[/li]
[li]Calculista Especializado em Direito Previdenciário[/li]
[li]Palestrante e Consultor Previdenciário[/li]
[li]Ex Voluntário do setor de apoio aos Juizados Especiais Federal[/li]
[li]Ex-Predidente da ADEC – Associação em Defesa dos Contribuintes de 2003 Até 2011[/li]
[li]Realiza treinamentos periódicos para toda rede de Parceiros Incompany[/li]

 

Currículo Lattes : http://lattes.cnpq.br/7394618893093624

 

“A Intelectualidade de cada um nada mais é do que a parte insana dos
pensamentos de vários transformada em conceitos que um dia se tornaram
básicos até que outras insanidades se aflorem, enquanto todo o resto é
chato e previsível”

 

“Antes ser um sonhador frustrado do que um pessimista realizado”

 

“Se para ser reconhecido você precisa apontar as falhas dos outros, é por que chegou precocemente na posição que esta ocupando”

 

“Enquanto nós estivermos ouvindo um discurso “Socialista” produzido pelos indivíduos na base da pirâmide capitalista como muitos de nós, não vejo muitas possiblidades do alcance da nossa voz. Este discurso precisa ser realizado pelos poucos indivíduos que estão no topo da pirâmide, isso amplificaria as razões do discurso, dando um sentido real à estas ideias.”

 

SCROLL_TEXT

10 Hábitos de Pessoas com Alta Performance.

 

1)      Defina metas para si mesmo – Podem ser metas pequenas ou grandes, o mais importante mesmo é serem metas possíveis de serem atingidas em curto prazo, as metas de longo prazo devem ser um resultado das de curto prazo.

2)      Se começar alguma coisa termine – Não estabeleça ou assuma compromissos que sabe que terá dificuldades de cumprir, é preferível encontrar o problema ou mesmo o trauma que te impede de exercer algumas atividades.

3)      Se cometer um erro conserte-o – Deixar as coisas de lado ou não falar mais nelas não resolvem os problemas, muitas vezes pioram e até mesmo multiplicam, descubra o prazer que existe em solucionar conflitos ou problemas e aprenda a se livrar da carga emocional de problemas que não querem ser resolvidos.

4)      Seja Ouvinte – Aprenda a ouvir diferentes pontos de vistas antes de tomarem decisões importantes, cuidado com a síndrome de burnout, é cientificamente comprovada que alguns profissionais ao longo da carreira implodem o seu próprio negócio para se verem livres dos problemas, tenha sempre um plano de segurança contra as suas próprias decisões.

 5)      Meça suas ações – Para toda ação existe uma reação, quase sempre sabemos que ações precisamos tomar, porém dificilmente sabemos as reações delas. Dependendo do tamanho e importância de uma decisão é possível contratar profissionais, ou mesmo desenvolver estudos que demonstram os possíveis resultados de um projeto, investimento, ruptura, negócio, atividade entre outras situações, ou seja, “da sim para se prevenir do futuro”.

6)      Cuidado com a CHEFITE, DOUTORITE E CARGUITE – Ninguém faz ou executa uma atividade da forma correta porque você mandou, obrigou e ou determinou, geralmente da mais certo quando você motivou ou desafiou. Há às vezes incentivar com prêmios e bonificações ajuda bastante sabiam? As pessoas não fazem tudo apenas pelas lindas cores dos seus olhos, colaca a mão no bolso de vez em quando amigo (a).

7)      Emergencial ou Essencial? – Faça as coisas em quanto elas são essencial e não deixem se transformarem em emergencial, aprenda a organizar o seu tempo, se você atualiza o seu facebook antes de responder os seus emails é porque esta com sérios problemas. Cuidado para não se transformar em um (a) bombeiro (a), ou melhor, apagador de incêndios da empresa, pior ainda, cuidado para não valorizar apenas as pessoas que apagam incêndios, valorize mais as pessoas que plantaram e cultivam os projetos/negócios/ideias – antes que vocês as percam.

8)      Descentralize as Coisas Pequenas – As maiores razões para sermos centralizadores são, (Vaidade, Insegurança, Desconfiança, Despreparo, Ignorância, Tirania, Conservadores e ou simplesmente por sermos tolos), porém existem situações em que não podemos delegar por falta de habilidades de outrem, logo precisamos descentralizar não apenas as tarefas, mas também o conhecimento.

Fique tranquilo, se até você tem dificuldade de fazer as coisas darem certo sabendo tudo que sabe, os outros jamais terão sucesso com apenas uma fração do teu know roll.

9)       Conveniente X Inconveniente – As coisas mais inconvenientes geralmente trazem muitos resultados de longo prazo, deste modo, não espere encontrar soluções rápidas, simples e confortáveis para soluções sólidas e duradouras, exemplo: Fazer Mestrado, Pós- Graduação, Graduação = Inconveniente.

10)   Valorize-se e Especialize-se: O mercado é cruel, tem cada dia mais gente disposta a trabalhar mais por menos, logo o segredo é investir mais no que você já é bom, do que querer saber de tudo um pouco, procure investir em um conhecimento vertical e não horizontal.