Valor da aposentadoria cai com expectativa de vida mais longa

A queda ocorre devido ao fator previdenciário, que é usado pelo INSS para adiar a aposentadoria dos mais jovens.  O aumento da expectativa de vida causou uma redução média de 0,42% no valor da aposentadoria do trabalhador que pedir o benefício a partir deste mês. A queda ocorre devido ao fator previdenciário, que é usado pelo INSS para adiar a aposentadoria dos mais jovens, penalizando quem se aposenta mais cedo por tempo de contribuição.

Segundo o IBGE, a expectativa de vida passou para 73 anos, 5 meses e 24 dias em 2010. O cálculo da aposentadoria leva em conta a idade do segurado ao se aposentar, o tempo de contribuição para a Previdência e a sua expectativa de sobrevida. Newton Conde, especializado em previdência, estima que, no período de idade em que se concedem aposentadorias (41 aos 80 anos), a expectativa de vida dos segurados aumentou 41 dias entre 2009 e 2010.

Pela tábua de 2009, a expectativa de um homem de 50 anos, por exemplo, era de 29 anos a mais. Na tábua em vigor passou para 29,2. Com isso, o INSS pagará o benefício para esse segurado até os 79,2 anos, e não mais 79, o que representa um aumento de 71 dias no desembolso do governo. Por isso há a redução no fator previdenciário e, consequentemente, nas novas aposentadorias. Ele destaca, porém, que não dá para generalizar. “Vai depender da situação de cada segurado”.

 

fonte : Correio da Bahia

Mário Kendy Miyasaki. Técnico em contabilidade; Bacharelando em Direito- PUCPR – Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Autor da Obra – Revisão Previdenciária do Mínimo Divisor. Artigos Publicados: Revisão do Mínimo Divisor – Revista de Direito do Trabalho e Previdenciário Nº 38/ Lex Magister; A Sistemática de Cálculo da Aposentadoria por Invalidez após Recente Decisão do STF – Revista Brasileira de Direito Previdenciário – Nº 08 / Lex Magister. Diretor Comercial da Previcalc – Empresa de Cálculos Previdenciários; Calculista Especializado em Direito Previdenciário; Palestrante e Consultor Previdenciário.

Comentário

*

captcha *